Coronavac: Anvisa autoriza importação de 6 milhões de doses da vacina

Vacina contra a Covid-19 é desenvolvida pela farmacêutica chinesa Sinovac em parceira com o Instituto Butantan e está em sua terceira fase de testes no Brasil

Por Portal de Notícias 23/10/2020 - 19:38 hs
Foto: Banco de Imagens
Coronavac: Anvisa autoriza importação de 6 milhões de doses da vacina
Coronavac: Anvisa autoriza importação de 6 milhões de doses da vacina

De acordo com informações da CNN Brasil, a diretoria da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou a importação de 6 milhões de doses da Coronavac pelo Instituto Butantan. A vacina contra a Covid-19 é desenvolvida pela farmacêutica chinesa Sinovac em parceira com o instituto, e está em sua terceira fase de testes no Brasil.
A decisão vem logo após reclamações feitas pelo Butantan de atraso na autorização e na compra de insumos para a produção da vacina por parte da agência de vigilância sanitária.
- Eu apenas solicitei à Anvisa que agilizasse esse processo, porque o interesse na vacina é um interesse nacional, é um interesse de todos os brasileiros - declarou Dimas Covas, diretor do Instituto Butantan, em entrevista concedida ontem (22/10).
______________
LEIA TAMBÉM
"Toda e qualquer vacina está descartada", afirma Bolsonaro
Bolsonaro diz que não vai comprar vacina chinesa contra a Covid-19
Brasil negocia compra de 46 milhões de doses para iniciar vacinação contra covid-19 em janeiro
_____________
O presidente da Anvista, Antonio Barra Torres, chegou a negar que a demora era ocasionada por influências externas ou pressões políticas, após fala do presidente Jair Bolsonaro, que afirmou que o governo federal não compraria vacinas vindas da China.
Na manhã desta sexta-feira (23/10), o governador do estado de São Paulo, João Doria, relatou conversa com Torres.
- O corpo técnico e o presidente da Anvisa afirmaram à mim que a Anvisa não vai se submeter a nenhum tipo de pressão ou orientação do Palácio do Planalto, ou qualquer tipo de pressão de ordem ideológica, política, partidária ou eleitoral – disse.

Entre no grupo do Portal de Notícias no Telegram e receba notícias da região









Deixe seu Comentário

Os comentários de leitores, no site ou em redes sociais, não representam a opinião do Portal de Notícias e são de responsabilidade única e exclusiva de seus autores, que poderão ser responsabilizados legalmente pelo seu conteúdo.