Sábado é o Dia D para vacinar contra poliomielite e atualizar cadernetas

Em queda há cinco anos, as coberturas vacinais não atingem nenhuma meta no calendário infantil desde 2018, informou hoje o Ministério da Saúde

Por Portal de Notícias 16/10/2020 - 18:45 hs
Foto: Banco de Imagens
Sábado é o Dia D para vacinar contra poliomielite e atualizar cadernetas
Sábado é o Dia D para vacinar contra poliomielite e atualizar cadernetas

Em queda há cinco anos, as coberturas vacinais não atingem nenhuma meta no calendário infantil desde 2018, apresentou hoje (16) a coordenadora-geral do Programa Nacional de Imunizações (PNI) do Ministério da Saúde, Francieli Fontana, que informou dados do início de outubro na Jornada Nacional de Imunizações.
As últimas metas de imunização para o público infantil atingidas no país, em 2018, foram de 99,72% do público-alvo para a BCG, e de 91,33% para o da vacina contra o rotavírus humano. Para ambas, a meta é superar os 90%, patamar que não foi atingido em 2019, apesar de terem continuado acima dos 80%. Já até 2 de outubro de 2020, a taxa de imunização do público-alvo da BCG chegou a 63,88%, e a vacina contra o rotavírus, a 68,46%.
A maior cobertura atingida no calendário infantil até outubro de 2020 foi na vacina Pneumocócica, com 71,98%. No ano passado, essa mesma vacina chegou a 88,59% do público-alvo. Entre as 15 vacinas do calendário infantil, o que inclui a segunda dose da Tríplice Viral, metade não bate as metas desde 2015, o que inclui a vacina contra poliomielite.

Dia D neste sábado


O Dia D da campanha de vacinação contra a poliomielite e de multivacinação acontece neste sábado (17/10) em todo o país. Crianças entre um e cinco anos devem receber duas gotinhas da vacina contra a poliomielite. O objetivo é reduzir o risco de reintrodução da doença, erradicada no Brasil desde 1990. A meta nacional é imunizar mais de 11,2 milhões de crianças até o final da campanha, em 30 de outubro.
Já a multivacinação é a oportunidade de crianças e adolescentes menores de 15 anos não vacinados ou com vacinas em atraso colocarem em dia a caderneta.
Existem três tipos de vírus da poliomielite e a vacinação é a única forma de prevenção. A doença pode ser transmitida diretamente de uma pessoa para outra. O contágio do vírus ocorre pela boca, com material contaminado com fezes (contato por meio de água ou alimentos infectados pelo vírus) e traz risco maior quando as condições sanitárias e de higiene são ruins.

Vacinas oferecidas para atualização da caderneta

Para crianças

* Hepatite B
* Poliomielite 1, 2, 3
* Poliomielite 1 e 3
* Rotavírus humano G1P1
* DTP+Hib+HB
* Pneumocócica 10 valente
* Meningocócica C
* Febre Amarela
* Sarampo, Caxumba e Rubéola
* Sarampo, Caxumba, Rubéola e Varicela
* Hepatite A
* BCG
* Difteria, Tétano, Pertussis
* Difteria, Tétano
* Papilomavírus humano
* Varicela
* Pneumocócica 23-valente, indicada para população indígena a partir dos cinco anos de idade
* BCG, aplicada nas maternidades e em unidades de saúde de referência

Para adolescentes

* Hepatite B
* Difteria, Tétano
* Febre Amarela
* Sarampo, Caxumba e Rubéola
* Papilomavírus humano
* Meningocócica ACWY
* Pneumocócica 23-valente, indicada para população indígena

Entre no grupo do Portal de Notícias no Telegram e receba notícias da região








Deixe seu Comentário

Os comentários de leitores, no site ou em redes sociais, não representam a opinião do Portal de Notícias e são de responsabilidade única e exclusiva de seus autores, que poderão ser responsabilizados legalmente pelo seu conteúdo.