Daer avança na reorganização do sistema de transporte intermunicipal de passageiros

Autarquia aprovou minuta do decreto que institui mudanças nas linhas de ônibus e estações rodoviárias

Por Portal de Notícias 20/04/2017 - 16:19 hs
Foto: Banco de Dados
Daer avança na reorganização do sistema de transporte intermunicipal de passageiros
Rodoviárias e linhas terão novas licitações

O Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) está trabalhando para tirar o Plano Diretor do Sistema Estadual de Transporte Público do papel e colocar as suas diretrizes em prática ainda neste ano. Na última semana, o Conselho de Administração do órgão aprovou a minuta do decreto regulamentador da Lei 14.834, que propõe mudanças como a reorganização do transporte coletivo e a realização de novas licitações de estações rodoviárias.

O diretor de Transportes Rodoviários do Daer, Lauro Hagemann, acredita que há chances do Plano Diretor ser colocado em prática ainda no final deste ano, com o lançamento dos editais de licitação das rodoviárias e das agências rodoviárias - sendo essas um novo modelo de venda de passagens que será adotado em municípios do interior onde uma estação não é viável economicamente.

A preocupação com a execução dos serviços em cidades pequenas também é a base para as licitações das linhas de ônibus. Atualmente, existem 1,6 mil linhas que realizam o transporte intermunicipal no Rio Grande do Sul. Muitas dessas viagens são consideradas pouco lucrativas para os empresários, que, com o lançamento das novas licitações, terão que assumir mercados que misturam linhas consideradas pouco e muito rentáveis. O Estado foi dividido em 14 desses mercados, que serão atendidos por uma ou mais empresas reunidas em consórcio.

Para Hagemann, o resultado final desse plano é modernização do sistema.

- Acreditamos num novo formato em que os usuários sejam plenamente atendidos. Ao final, teremos venda de passagens em todos os cantos do Rio Grande do Sul e viagens feitas com qualidade e segurança similares - complementa.

 

Segundo Hagemann, a partir da aprovação interna, o Daer poderá seguir os trâmites que envolvem outras instituições e, concomitantemente, realizar as audiências públicas necessárias para a aprovação do plano. Essa minuta também passará pelo Conselho Rodoviário do departamento, Secretaria Estadual dos Transportes, Casa Civil do Estado e Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos Delegados do Rio Grande do Sul (Agergs).

- O projeto final precisa ser homologado pela Agergs e ter a análise jurídica da Procuradoria Geral do Estado (PGE). É um processo complexo, mas que certamente possibilitará uma transformação no sistema conhecido hoje – disse.